Os novos All Star Modern têm uma nova silhueta e novos materiais. É a segunda de uma série de atualizações aos emblemáticos tênis da marca

Ano passado, após 98 anos, o icônico Converse sofreu a primeira mudança e ganhou o nome de Chuck II. Agora, a marca lança uma nova atualização. Os novos All Star Modern têm “uma nova silhueta” e inspiram-se em outro modelo de 1920 e na “herança da marca no basquetebol”.

Os novos ténis All Star existem, tal como os anteriores, em cano alto e cano baixo, mas a parte superior é agora mais circular e em malha, utilizando o tecido Hyperfuse, os mesmos dos tênis Nike. Têm ainda a biqueira sobreposta e uma língua e forro divididos em neoprene.

Estes materiais, explica a marca em comunicado à imprensa, proporcionam “uma leveza e conforto extra, linhas limpas e elegantes”. “A Converse All Star Modern é uma fusão perfeita do nosso património desportivo com design moderno”, atesta Bryan Cioffi, vice-presidente e diretor criativo da Converse Global Footwear.

560708

Além destes novos tênis, a Converse lança também a edição limitada Converse All Star Modern HTM, desenhada pela equipe criativa Hiroshi Fujiwara, Tinker Hatfield e Mark Parker – é a primeira vez que estes desenham calçado fora da marca Nike, detentora da Converse desde 2003.

vqtcrfoyy0n8liosxobe

A coleção All Star Modern existe em preto, vermelho (Action Red), verde (Lucid Green), azul (Soar Blue) e branco, e vai estar disponível a partir de 16 de Junho por 140 euros. Já a edição limitada dos All Star Modern HTM, em couro, estão disponíveis em preto e em branco por 180 euros, exclusivamente em lojas NikeLab e online. Ainda não há previsão para chegada no Brasil.

 

image

Edição limitada dos All Star Modern HTM