Gritos, assassinatos, sangue. Sim, assim como romances muitos  filmes de terror são baseados em histórias reais.

É claro que os filmes de terror ganham um exagero hollywoodiano a mais, mas muito são inspirados em fatos reais. Separamos cinco longas famosos com histórias reais

Annabelle

annabelle-hero_1050_591_81_s_c1_800x450

Na história real, a boneca é de pano e menos assustadora do que a do filme. Annabelle é uma boneca Raggedy Ann vintage adquirida por uma mãe, na década de 70, para sua filha no aniversário de 28 anos dela. Depois de alguns dias, a boneca passa a ter algumas “atitudes” sobrenaturais, como se mover pelo apartamento e deixar mensagens aterrorizantes para sua dona. Após de alguns episódios sinistros, como a morte de um padre que tentou exorcizar a boneca e um amigo da garota que quase foi estrangulado, o brinquedo foi parar no Museu do Oculto, na casa dos Warren, famosos investigadores paranormais do Connecticut (EUA), e recebe a visita de um padre duas vezes por semana. E sabe o que é mais intrigante? Dizem que todos os visitantes do museu que ofendem a boneca acabaram envolvidos em acidentes fatais.

 

O Exorcista

o exorcista_800x450

A história horripilante do filme acompanha a tentativa de dois padres de exorcizar o demônio do corpo de uma garota de 12 anos. Mas aposto que você não sabia dessa: diferente do filme, que foi baseado no diário do padre que realizou as inúmeras sessões de exorcismo, a história se passou com um garoto de 13 anos em Mount Rainier, Maryland (EUA). Segundo o padre, era “comum” ver e ouvir móveis se movendo sozinhos e a distorção da voz e do corpo do menino. Dizem que ele até conseguiu escapar das amarras da cama e atacar o sacerdote com a mola do colchão que conseguiu arrancar. O mais impressionante é que o garoto sobreviveu ao exorcismo.

 

O Massacre da Serra Elétrica

massacre da serra eletrica_800x450

O mais clássico dos vilões teve elementos importantes inspirados no serial killer Ed Gein. Apesar de só ter confessado dois crimes, na vida real, Ed era o principal suspeito de outros assassinatos. Quando a polícia o encontrou em sua casa, dizem que havia 9 mascaras de pele – o rostos de suas vítimas, um abajur forrado de pele humana, um cinto de mamilos, tigelas feitas com crânios e meias feitas de pele.

 

O Exorcismo de Emily Rose

emily rose_800x503

Apesar do nome diferente, a história verdadeira fala sobre uma garota alemã chamada Anneliese Michel, que supostamente foi possuída por diversos demônios e acabou morrendo após 10 anos de tentativas de exorcismo, em 1976. Na época, seus pais e os padres exorcistas foram condenados pela morte da garota, por homicídio negligente (por não terem recorrido a um tratamento médico). Dizem que Anneliese passou por 67 sessões de exorcismo, que chegavam a durar até 4 horas.

 

A Garota da Casa ao Lado

garota-casa-do-lado_800x322

O filme ambientado em 1958 exibe a trágica vida de Meg, uma jovem sequestrada e torturada por seus vizinhos. A história real, apesar de parecida, é um pouco mais perturbante. Aparentemente, um casal circense que vivia viajando deixou sua filha aos cuidados de uma vizinha e dona de casa chamada Gertrude Baniszewski. Gertrude era uma mulher desequilibrada, sádica e cruel, que, com a ajuda de seus filhos e outras crianças da vizinhança, torturou e estuprou a menina até a morte. Na época, o crime foi considerado um dos mais desumanos já cometidos no estado de Indiana, nos Estados Unidos.