Cada nó de gravata está associado a certos tipos de tecido, colarinho, terno, lapela e até mesmo de rosto. Portanto, quando falamos de nós de gravata, a dificuldade vai além de saber dar o nó propriamente dito e passa por saber qual deles usar.

Para te ajudar, criamos um guia ensinando os 4 nós mais utilizados (e outro nem tanto), acompanhados das ocasiões e dos colarinhos em que melhor se adequam.

Windsor

no-de-gravata-windsor

no-de-gravata-windsor-howto

Nó das grandes ocasiões, o Windsor foi popularizado pelo Duque de Windsor, que conquistou fama na sociedade inglesa pelo nó perfeitamente triangular que gostava de usar. Por ser mais largo do que os outros nós, casa bem com colarinhos mais abertos, como o Italiano e, logo, em ocasiões muito formais. O ideal é que a gravata usada seja de estampa simétrica ou sem estampa a fim de valorizar o formato do nó.

 

Meio-Windsor

no-de-gravata-meio-windsor no-de-gravata-meio-windsor-howto

Juntamente com o primeiro, são os dois nós que um homem precisa saber. Qualquer um além desses se encaixam nos “extras”. O meio-windsor é um nó menos volumoso e menos simétrico que sua versão completa e combina muito bem com pessoas magras e altas.

 

Simples

no-de-gravata-simples no-de-gravata-simples-howto

Este é o nó mais fácil de fazer. Por ter menos voltas, é o tipo perfeito para tecidos mais grossos, como lã (um nó muito elaborado com essas gravatas pode ficar exageradamente grosso). Ele valoriza gravatas estreitas ou de crochê e aparenta melhor em camisas slim. Por ser básico, é indicado para eventos mais casuais e combina bem com peças informais, como jeans, jaquetas e camisas sociais com colarinho Button Down (americano).

 

Duplo

no-de-gravata-duplo no-de-gravata-duplo-howto

Com execução e aparência parecida com o simples, apresenta um volume um pouco mais cheio, devido à volta adicional que possui. Por essa razão, indica-se que ele não seja feito com gravatas de tecidos mais grossos. O nó duplo é indicado para situações um pouco mais formais do que as que seriam indicadas o simples, mas ainda não é o mais sofisticado. Portanto, recomenda-se o colarinho francês para um melhor encaixe, podendo perfeitamente ser usado também com o colarinho americano.

 

Eldredge

no-de-gravata-eldredge no-de-gravata-eldredge-howto

Novo favorito dos que estão por dentro do mundo da moda, moderno é a melhor descrição para esse nó. É indicado para eventos comemorativos e pode ser usado com qualquer tipo de colarinho. A dica para o Eldredge na verdade vai para a estampa da gravata. Por ser mais elaborado, indica-se que a gravata seja o menos estampada possível, para que a valorização seja toda voltada para a complexidade do nó, que você pode acompanhar abaixo.

 

Borboleta

no-de-gravata-borboleta no-de-gravata-borboleta-howto

A gravata borboleta é a mais elegante no universo masculino. Os eventos que possuem o “Black tie” como dress code indicam a obrigatoriedade da gravata borboleta preta. Este nó só é possível de ser feito com uma gravata específica, pois tem formato e tamanho completamente diferentes dos outros. Seu uso pede uma camisa com colarinho específico ou, no máximo, um colarinho italiano (por ser mais aberto). E atenção: apenas camisas 100% brancas para acompanhá-la!

Via Socialtailor